Blog »

'AS TRÊS PERGUNTAS QUE TODOS OS LÍDERES DEVIAM SABER RESPONDER' é o tema em foco no TEXTO DA TERÇA...!

Última Atualização: 24/03/2020 às 22:19:05 por: mario
Três perguntas que todos os líderes deviam saber responder
(* Margarida Lopes)

Nos últimos dez anos, houve algumas mudanças drásticas no mundo do trabalho, incluindo a transformação tecnológica e as novas formas de trabalho. É de esperar mudanças igualmente grandes para o mundo do trabalho na nova década e é essencial que os líderes empresariais e as suas organizações estejam preparadas.

A CEO de Recrutamento da Hays identificou três questões importantes que os líderes empresariais devem colocar a si próprios para preparar as suas organizações e as forças de trabalho para a nova década que se aproxima.

1. A sua organização tem um propósito claro, e vive-o realmente?

Está a tornar-se cada vez mais importante para as empresas servir todas as partes interessadas, incluindo clientes, colaboradores, fornecedores, comunidades e o planeta, e não apenas os acionistas. As organizações precisam compreender que tanto o lucro como o propósito são realizáveis mutuamente e que o propósito de um negócio deve servir todas as partes interessadas.

2. Até que ponto está preparado para atrair (e reter) a próxima geração de profissionais?

O contexto geracional da força de trabalho muda a cada ano e, embora tenha havido um forte foco em como as empresas podem atrair os ‘millennials', em comparação, a geração Z tem sido negligenciada. Enquanto os millennials mais antigos fizeram 39 anos em 2019, as gerações Z mais antigos fizeram 19 anos e, em breve, vão constituir 30% da força de trabalho.

Alistair Cox, explica que há perguntas que os líderes devem fazer a si próprios para atrair talentos da Geração Z. "Até que ponto é que ele conhece bem esta nova geração de trabalhadores? Precisará se adaptar a sua maneira tradicional de fazer as coisas a fim de posicionar o seu negócio como um empregador de escolha aos olhos deles? Como vai mantê-los depois de atraí-los?"

3. Como é que a tecnologia vai impactar as suas pessoas e os seus empregos?

A CEO da Hays afirma: "Como líderes, uma das perguntas mais importantes que devemos fazer a nós mesmos é: como é que a tecnologia vai impactar as pessoas e os seus empregos? E não é uma questão de se vai ter impacto nos empregos, é uma questão de como vai ter impacto neles".

Os líderes empresariais devem procurar identificar quais as funções que estão em risco pela automatização e ajudar a sua força de trabalho através dessas mudanças e garantir que estão preparados.

"Se a última década nos ensinou alguma coisa, é que não podemos prever o futuro. Ninguém pode. Mas o que podemos fazer é tentar fazer-nos as perguntas mais urgentes, nos momentos mais importantes - mesmo que não saibamos todas as respostas de imediato. Fazer isso ajudará a refletirmos e, em última análise, nos colocará na melhor posição possível para conduzir nossos negócios para uma nova era transformadora", comenta Alistair Cox, CEO da Hays.

(*) Margarida Lopes - artigo publicado em hrportugal.sapo.pt em janeiro de 2020.

MÁRIO HEINEN é psicólogo, pós-graduado em Administração de RH, Dinâmica de Grupo e em Gestão da Qualidade para o Meio Ambiente. Consultor de pessoas e de organizações em Desenvolvimento Humano & Organizacional: Gestão de Pessoas/RH, Pesquisa/Diagnóstico Organizacional e de Comunicação Interna, T&D, Planejamento Estratégico, Excelência em Serviços e no Atendimento ao Cliente, 'Eco Training', 'Coaching' (ABRACOACHING); Palestrante, Instrutor de Treinamentos e Educador Experiencial. Ex-professor da UFRGS (Escola de Administração), da ULBRA (Psicologia), e ex-Diretor da FAJERS. Sócio Diretor da HEINEN - Parceria em Recursos Humanos. Bombeiro Voluntário, Chef de Cozinha e Embaixador da Jr. Achivement/RS.

 

Compartilhar:

 

< Voltar           Imprimir

Ir à página inicial Notícias Sobre Ecotraining Serviços Parcerias Contato